#Resenha: A Lista Negra – Jennifer Brown

Olá pessoas!

A resenha de hoje é de uma escritora que já falei por aqui, a Jennifer Brown. A autora é bastante conhecida por abordar temas polêmicos e chocantes em seus livros e com A Lista Negra não seria diferente! Antes de começar a falar sobre o livro, ele não tem nada a ver com aquela série The Blacklist, ok?

O livro conta a história da Valerie Leftman, uma menina de 16 anos que passa por diversos problemas em casa e sofre bullying no Ensino Médio. Valerie é constantemente chamada de "irmã da morte" por seus colegas de escola por se vestir de preto e é importunada por pessoas que fazem de tudo para que ela, todo dia, tenha um péssimo dia. Mas, como toda garota de 16 anos, ela só quer se sentir segura e acolhida e por isso se apega tanto a Nick, que é seu namorado e confidente. Nick também sofre bullying e, em seu caso, a pobreza de sua família é que o leva a tantas perseguições no colégio, pois ele não tem grana para investir em um bom tênis e em roupas legais. Valerie e Nick têm um caderno, a lista negra, na qual eles registram o nome de todas as pessoas que fazem piadas com eles e os maltratam, pessoas que eles adorariam não ter que conviver todos os dias. O problema é que enquanto para a Valerie esse tal caderno é apenas um desabafo, para Nick é algo muito sério e um dia ele resolve ir armado para a escola e matar as pessoas que eles haviam colocado na lista negra. Valerie não sabia que o namorado seria capaz de fazer isso, não queria que ele tivesse atirado nas pessoas e nem matado ninguém. O problema, porém, é como explicar isso para a polícia e para a cidade inteira. Chocante, não é? Ao ler o livro, você irá testemunhar o rumo que a vida da Valerie vai tomar após tudo isso!

O livro é contato em primeira pessoa, nos mostrando os pensamentos da Valerie, e alterna trechos de noticiários, o que faz com que tudo pareça muito real. Com os recortes das reportagens passamos a ter dimensão de como a sociedade está enxergando a situação e qual é a reputação da protagonista. Através desse recurso, a escritora nos mostra a visão não só da imprensa, mas também de sobreviventes e de familiares das vítimas do massacre.

Acredito que A Lista Negra é um daqueles livros que todo mundo deveria ser obrigado a ler no Ensino Médio pois aborda um tema que ainda é muito superficialmente discutido: o bullying. O livro nos mostra que esse tipo de humilhação na escola pode ter consequências graves, afinal, nunca sabemos quais outros problemas um jovem pode estar enfrentando além do bullying. No caso de Nick, uma família desestruturada, extrema pobreza, falta de perspectiva na vida e uso de drogas contribuíram para que as consequências do bullying fossem ainda mais devastadoras. No entanto, mesmo sem que haja fatores para agravar suas consequências, o bullying é extremamente prejudicial, tanto para agressores quanto para vítimas, pois tira a todos a capacidade de enxergar uns aos outros como humanos.

Justamente por isso, grande sacada do livro é nos mostrar que por trás daquele monstro que foi capaz de abrir fogo contra a escola inteira, há um ser humano que foi vítima de pessoas que ele também considerava monstros. Para Valerie, Nick era apenas um garoto doce e encantador, que amava Shakespeare. Valerie, por sua vez, não era a garota com pensamentos doentios de vingança contra todos os seus colegas de escola, mas alguém que vestia um escudo preto de durona para esconder que sofria com as brigas dos pais em casa, que sofria por não ser aceita na escola e que buscava no namorado um refúgio. No fim das contas, Valerie é vítima dos colegas que a humilhavam e levaram Nick ao extremo, e também vítima da atitude de Nick. O bullying faz com que ela seja um vítima em dose dupla.

E você, o já leu o livro, o que achou? O que você pensa sobre bullying?

Deixe sua resposta nos comentários!

Written by

Blogueira desde 2011, escreve sobre dores, amores e livros. Paulistana e mãe de 3 gatos deseja compartilhar suas paixões nesse blog.

Deixe uma resposta